Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Coisas que...

Coisas que...

01
Jan21

[Pondero] Tema do ano: curadoria

Não sei muito bem o que esperar deste novo ano, pois pela primeira vez não sinto a emoção de começar do zero, como se tivesse uma nova oportunidade de começar de novo. Os dias parecem todos iguais e por isso não há aquela sensação de página em branco. Na verdade, porque é que haveria de o ser? Para mudar não interessa se a terra concluiu uma volta ao Sol. Sou eu que tenho de fazer o esforço de mudar o que pretendo e para isso pouco importa se é um novo ano, mês, semana ou dia. Interessa é dar o primeiro passo.

Mas é claro que apesar de toda esta arbitrariedade no que toca ao tempo, ter um dia marcado no calendário ajuda, mais não seja por apresentar um ponto concreto, e um novo ano presta-se a isso.

Com base num vídeo, decidi este ano não tanto fazer resoluções mas seguir uma palavra, um tema. Escolhi a palavra ‘curadoria’, não só por ser uma das palavras do mestrado que me encontro a fazer, mas porque desde que vi alguém a utilizar a palavra, que a mesma não me sai da cabeça.

E o que é curadoria?

to be in charge of selecting and caring for objects to be shown in a museum or to form part of a collection of art, an exhibition, etc.;

to be in charge of selecting films, performers, events, etc. to be included in a festival;

to select things such as documents, music, products, or internet content to be included as part of a list or collection, or on a website

https://dictionary.cambridge.org/dictionary/english/curate

Sendo sobretudo usado no âmbito museológico, encaro a palavra como significando organizar, selecionar e administrar algo. Para este ano que começa, curadoria significará organizar o meu tempo de modo a dedicar-me ao que verdadeiramente me interessa e acrescenta algo à minha vida, escolher o que é melhor para mim e para quem me rodeia, e deixar para trás o que já não me serve ou interessa.

Parece-me ser uma palavra que pode englobar muitas coisas, como ‘fazer caminhadas’, ‘ligar a uma pessoa com quem gosto de conversar’, ‘deixar de comer emocionalmente’, mas que para além disso convida a pensar sobre as escolhas que faço em determinado momento. Porque para fazer curadoria é necessário critério e, sobretudo, ponderação.

Veremos no que isto dá. As resoluções nunca pareceram resultar comigo, comigo a desanimar ou a esquecer aquilo a que me havia proposto poucas semanas ou meses depois do ano começar. Com um tema, parece que se abre o leque de oportunidades, porque mesmo que não se atinja um objetivo, desde que nos mantenhamos num determinado sentido, parece-me positivo.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D