Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Coisas que...

[Encontro] Comics #8

por Carla B., em 22.03.17

É basicamente isto... e tudo o resto na etiqueta "reading"... Bem, até é praticamente todas as comics, pois revejo-me em bastantes das situações que a autora, introvertida confessa, retrata. Foi uma das agradáveis descobertas no Instagram. Há por lá muita gente talentosa.

introvertdoodles-fallinlovewithbook.jpg

Retirado daqui

[Encontro] Comics #7

por Carla B., em 20.03.17

Sim, a minha memória é isto...

031617_MemoryLapse.png

Retirado daqui.

[Encontro] Comics #6

por Carla B., em 09.03.17

É de pasmar mas tenho resistido. 10 semanas sem comprar livros. Yay!

030817_BuytheBooks.png

Retirado daqui.

[Encontro] Fazer nada

por Carla B., em 07.02.17

Visto aqui.

 

Em breve volta o caos. O melhor é aproveitar o tempo até lá.

[Encontro] Citações #2

por Carla B., em 23.01.17

O Arquimeistre Rigney escreveu um dia que a história é uma roda, pois a natureza do homem é fundamentalmente imutável. O que aconteceu antes irá forçosamente voltar a acontecer, disse ele.

 

George R.R. Martin, o Festim dos Corvos, p. 182

[Encontro] Citações

por Carla B., em 21.01.17

Antes de perder a vista, o meistre amara tanto os livros como Samwell Tarly. Compreendia o modo como por vezes se podia cair dentro deles, como se cada página fosse um buraco aberto para outro mundo.

George R.R. Martin, O Festim dos Corvos, p. 84

[Encontro] Ler é o melhor remédio

por Carla B., em 14.05.16

Esta semana, por ocasião da publicação de um livro da Quetzal que me parece deveras interessante - Remédios Literários de Ella Berthoud e Susan Elderkin -, recebi esta newsletter da Bertrand:

unnamed.png

 

Primeiro, deixem-me confessar a alegria com que vi Possessão de A.S. Byatt como sendo um dos sugeridos! Não foi um dos livros mais fáceis de ler e, apesar de adorar a adaptação, não tenho palavras para definir o quanto o livro é superior. É um daqueles livros que, anos depois, ainda me vem à cabeça. Não passagens, porque a minha memória é terrível, mas toda a lembrança das emoções contidas naquelas páginas. Para ler num comboio? Sem dúvida, para ler num comboio ou em qualquer outro lado!

 

Depois vem a Agatha e o seu Crime no Expresso do Oriente. Bem, tenho de confessar um sonho... Viajar no Expresso do Oriente enquanto leio aquele livro, apesar de hoje já não ser o que era... Se há livro para ser lido num comboio, este É esse livro!

 

Já no que toca ao melhores romances para separações, tenho alguma reticência em aconselhar Nossa Senhora de Paris do Victor Hugo. O livro é brilhante, como de resto o que tenho lido do autor e que se restringe a este e a Os Miseráveis, e sim lida com separações mas meu Deus... o destino é cruel!

 

E o Conde de Monte Cristo para ler no avião? Por favor... este é outro que é para ler em todo o lado! Importa é que seja lido porque é das melhores histórias que alguma vez já foi contada!

[Encontro] Comics #5

por Carla B., em 29.04.16

Via tor.com, encontrei esta comic que é tão fofinha! E precisa de poucas palavras.

smgoetter-ladytilda.png

Continuar aqui.

[Encontro] Para que serve a literatura?

por Carla B., em 04.01.16

Eis a resposta:

 

 

[Encontro] Comics #4

por Carla B., em 26.08.15

A minha forma preferida de começar o dia é chegar ao trabalho, abrir a conta de e-mail e ver a mais recente tira dos Mutts. É o meu momento de paz, até porque costumo ser das primeiras pessoas a chegar e ainda há silêncio no ar. Sei que o dia até pode vir a ser de loucos mas aquele momento já ninguém mo tira.

 

Para além da strip diária, os e-mails costumam trazer também uma citação, notícias sobre a tira e o autor, bem como promoções da loja onde se pode adquirir reproduções das tiras e outras coisas, até para animais de estimação ou não fosse esta comic a coisa mais perfeita no que toca à relação entre humanos e os seus fiéis companheiros.

 

Apesar de todos os dias haver uma nova tira, há semanas em que são dedicadas a temas específicos ou têm o mesmo cenário. Ultimamente os nossos Mooch e Earl têm andado na praia, com os seus amigos, mas eu adoro principalmente quando se debruçam sobre as "Shelter Stories" e as que são publicadas por ocasião de datas festivas como o Dia de Acção de Graças (geralmente acompanhadas de citações) ou o Natal.

 

 Visto aqui.