Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Coisas que...

[Encontro] Ler é o melhor remédio

por Carla B., em 14.05.16

Esta semana, por ocasião da publicação de um livro da Quetzal que me parece deveras interessante - Remédios Literários de Ella Berthoud e Susan Elderkin -, recebi esta newsletter da Bertrand:

unnamed.png

 

Primeiro, deixem-me confessar a alegria com que vi Possessão de A.S. Byatt como sendo um dos sugeridos! Não foi um dos livros mais fáceis de ler e, apesar de adorar a adaptação, não tenho palavras para definir o quanto o livro é superior. É um daqueles livros que, anos depois, ainda me vem à cabeça. Não passagens, porque a minha memória é terrível, mas toda a lembrança das emoções contidas naquelas páginas. Para ler num comboio? Sem dúvida, para ler num comboio ou em qualquer outro lado!

 

Depois vem a Agatha e o seu Crime no Expresso do Oriente. Bem, tenho de confessar um sonho... Viajar no Expresso do Oriente enquanto leio aquele livro, apesar de hoje já não ser o que era... Se há livro para ser lido num comboio, este É esse livro!

 

Já no que toca ao melhores romances para separações, tenho alguma reticência em aconselhar Nossa Senhora de Paris do Victor Hugo. O livro é brilhante, como de resto o que tenho lido do autor e que se restringe a este e a Os Miseráveis, e sim lida com separações mas meu Deus... o destino é cruel!

 

E o Conde de Monte Cristo para ler no avião? Por favor... este é outro que é para ler em todo o lado! Importa é que seja lido porque é das melhores histórias que alguma vez já foi contada!

[Encontro] Comics #5

por Carla B., em 29.04.16

Via tor.com, encontrei esta comic que é tão fofinha! E precisa de poucas palavras.

smgoetter-ladytilda.png

Continuar aqui.

[Encontro] Para que serve a literatura?

por Carla B., em 04.01.16

Eis a resposta:

 

 

[Encontro] Comics #4

por Carla B., em 26.08.15

A minha forma preferida de começar o dia é chegar ao trabalho, abrir a conta de e-mail e ver a mais recente tira dos Mutts. É o meu momento de paz, até porque costumo ser das primeiras pessoas a chegar e ainda há silêncio no ar. Sei que o dia até pode vir a ser de loucos mas aquele momento já ninguém mo tira.

 

Para além da strip diária, os e-mails costumam trazer também uma citação, notícias sobre a tira e o autor, bem como promoções da loja onde se pode adquirir reproduções das tiras e outras coisas, até para animais de estimação ou não fosse esta comic a coisa mais perfeita no que toca à relação entre humanos e os seus fiéis companheiros.

 

Apesar de todos os dias haver uma nova tira, há semanas em que são dedicadas a temas específicos ou têm o mesmo cenário. Ultimamente os nossos Mooch e Earl têm andado na praia, com os seus amigos, mas eu adoro principalmente quando se debruçam sobre as "Shelter Stories" e as que são publicadas por ocasião de datas festivas como o Dia de Acção de Graças (geralmente acompanhadas de citações) ou o Natal.

 

 Visto aqui.

[Encontro] Tales of The Great Gatsby & Miss Scout

por Carla B., em 20.07.15

Eu sei que é estúpido mas como neste momento não posso ter um cão, sigo os cães dos outros... Sim, podia dar-me para pior mas pronto, aqui fica a confissão. E sigo dois Pembroke Welsh Corgis, porque... CORGIS! São das minhas raças preferidas e são das coisas mais fofas que pode haver (mais fofo só, provavelmente, o cruzamento de corgi com labradores, ou corgidores). Diga-se que entendo perfeitamente a preferência da Rainha Isabel II por esta raça e se pudesse também teria uma carrada deles.

 

Mas voltando aos dois corgis em questão... Comecei a seguir o Tumblr pouco depois de levarem a Scout para casa, quando ela era ainda uma "grumpy corgi", e tem sido engraçado acompanhar o crescimento dela, o "Fatsby" virar "Fitsby", assim como as histórias que a dona vai contando sobre as travessuras que volta e meia fazem os dois, ou com outros dois cães que pertencem aos pais dela. Acho piada ela ter-lhes dado nomes de personagens literárias e dizer que cada um parece ter adoptado o espírito da personagem em questão. Há força nos nomes.

 

tumblr_nrpgz7cKZ81rfwrijo1_1280.jpg

 Visto aqui.

 

Se soubessem o que esperei por esta imagem! Estava fadado a acontecer, depois das fotos que têm vindo a aparecer.

[Encontro] Comics #3

por Carla B., em 22.05.15

Mais uma comic que sigo, ainda que mais recentemente que as restantes. Foi-me indicada pelo meu irmão e apesar de se chamar The Awkward Yeti, acabam por ser poucas (ultimamente) as tiras com esta personagem que vão saindo. Não que me importe porque, apesar de por vezes me rever naquela personagem, acabo é por adorar as tiras do spinoff que se focam no coração/emoção e cérebro/razão.

The Awkward Yeti

Visto aqui.

[Encontro] Comics #2

por Carla B., em 04.05.15

Já partilhei por aqui uma comic que acompanho religiosamente, que é como quem diz sempre que coloca algo novo. Pois que aqui deixo outra que sigo igualmente, da mesma forma. Se o autor daquela retrata muito do que penso, faço ou como reajo a certas e determinadas situações, o autor destas Incidental Comics retrata muito do que sinto em relação à leitura, livros e arte.

 Visto aqui.

[Encontro] Diz-nos a experiência

por Carla B., em 29.04.15

Diz-nos a experiência

Pouco mais de 100 anos depois esta frase, de um antigo panfleto de um museu nacional, podia ainda ser usada. A proibição de mexer em objectos expostos é apenas um cuidado a ter com os mesmos, não apenas porque muitos são frágeis, podendo o próprio suor colocar em risco a integridade física da peça, mas porque azares realmente acontecem.

[Encontro] Comics

por Carla B., em 20.04.15

Desde os (saudosos) tempos do Calvin & Hobbes que adoro comics. Ok, é capaz de vir ainda de muito antes mas só com Calvin & Hobbes é que passei seguir e a ler com mais atenção, até porque comecei a ver retratado ideias que eu vou pensando ou a ver ser transmitido coisas boas, como no caso do Mutts.

 

Mas eu queria era dar a conhecer a maravilha que é o Fowl Language Comics. Já seguia o Chuck & Beans, onde esta tira continua a ser a minha preferida, porque aquilo é basicamente a minha pessoa. E é esta coisa de "isto sou eu!" ou "ahah! é isto mesmo!" que adoro nas suas tiras.

 Visto aqui

[Encontro] Disney

por Carla B., em 03.04.15

Encontrei este vídeo no /Film, onde também apresentam um relativo à DreamWorks, mas não podia deixar de o colocar aqui porque diz respeito à Disney...

 

 

É engraçado ver como as variações se adaptam aos filmes que apresentam, mas tenho que dizer que a introdução utilizada pela primeira vez em 1985 continua a ser a que, para mim, pronuncia que algo de mágico está para começar.