Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Coisas que...

Coisas que...

07
Ago17

[Penso] Enquanto leio...

Carla B.

Ler livros do J.G. Ballard é como olhar para um acidente e não conseguir desviar o olhar. Em Crash é quase que literal.

Não sei o que é que a sua escrita crua, e neste caso praticamente pornográfica, tem de especial. Não sei como consegue enojar-me e deleitar-me ao mesmo tempo. Não sei o que tal poderá dizer sobre mim.

Mas sei que quero mais. Que quero ler tudo o que escreveu. Que quero parar o que estou a fazer e dedicar-me à leitura (sem adormecer de tão cansada como chego ao fim do dia).

Já com Arranha-Céus senti o mesmo. Agora vou a meio de Crash e continuo a achar o mesmo. Nunca vou conseguir descrever de forma coerente o que a escrita de Ballard me faz sentir, pensar. Nunca vou conseguir exprimir porque e como se tornou num dos meus autores favoritos.

Pág. 4/4

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D