Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Coisas que...

Coisas que...

20
Abr15

[Encontro] Comics

Carla B.

Desde os (saudosos) tempos do Calvin & Hobbes que adoro comics. Ok, é capaz de vir ainda de muito antes mas só com Calvin & Hobbes é que passei seguir e a ler com mais atenção, até porque comecei a ver retratado ideias que eu vou pensando ou a ver ser transmitido coisas boas, como no caso do Mutts.

 

Mas eu queria era dar a conhecer a maravilha que é o Fowl Language Comics. Já seguia o Chuck & Beans, onde esta tira continua a ser a minha preferida, porque aquilo é basicamente a minha pessoa. E é esta coisa de "isto sou eu!" ou "ahah! é isto mesmo!" que adoro nas suas tiras.

 Visto aqui

19
Abr15

[Pondero] De momento #7

Carla B.

A ler // Acabei a trilogia Midnighters do Scott Westerfeld. Não é nada de especial mas entreteve-me, de tal modo que houve dias, ou melhor, noites quase passadas em branco para chegar ao fim dos livros. No entanto, e apesar do entusiasmo durante a leitura, pouco depois fica da história.

 

A ver // "Game of Thrones" está de volta! *\o/* Sim, continuo a ver religiosamente. Não me interessa que a história acabe por avançar mais do que nos livros. Parece-me que vamos acabar por ter duas coisas diferentes.

 

A odiar // O raio da alergia. Andava a minha pele a recuperar-se do sistema nervoso e pimbas! Para além disso ando para aqui com a rinite. 

 

A evitar // Aborrecimentos e acho que tenho sido bem sucedida.  Tenho tentado manter uma atitude muito zen, o que alergia tem facilitado porque parece que ando com um enorme pedra em cima. Ponto positivo da alergia?

 

A receber // Pois que recebi o Wilt do Tom Sharpe. É sempre bom receber livros quando não se está à espera.

 

A ponderar // O que ler a seguir. Estava a pensar em ler o Wilt ou o Rebeca da Daphne du Maurier mas não sei se condizem com o meu estado actual (vide a enorme pedra ali em cima). 

18
Abr15

[Desafiam] 52 semanas - #3 Coisas para se fazer no calor

Carla B.

Sestas

 

Sabem tão bem depois de um bom almoço, à sombra de uma árvore com uma aragem a correr. Ou mesmo dentro de casa, se ela estiver fresca, o que na minha nem sempre acontece.

 

Comer gelados

 

O único inconveniente é derreterem mais depressa do que no inverno, mas são doces e frescos e tão bons.

 

Visitar museus

 

Ok, eu isto não faço até porque já tenho a sorte de trabalhar num e só isso chega.  Mas se querem passear por um sítio fresco, um museu é das melhores opções a fazer.

 

Passear

 

Por falar em passear, aproveitar o bom tempo para andar a pé e conhecer cidades e/ou campos. Adoro passar um dia todo a conhecer algo, aproveitando o tempo mais fresco pela manhã para andar de um lado para o outro e descansando numa esplanada, a beber ou a comer algo fresco, quando o calor aperta para ganhar forças para mais um passeio ao final da tarde.

 

Ver o tempo passar

 

Isto pode parecer estranho mas gosto de me pôr a ver o tempo passar. Ás vezes fico a olhar para as paredes mas o que ainda mais gosto é de ver o que se passa à minha volta. A ver as pessoas a passearem os cães, as crianças a brincarem, as folhas a mexerem-se nas árvores... Enfim, a vida a acontecer à minha volta. Dá uma incrível sensação de paz.

15
Abr15

[Acontecem] O Universo a comunicar comigo

Carla B.

Quem ler isto vai pensar que sou doida, mas eu sinto que o universo tenta falar comigo e desta vez está a tentar dizer-me para ler o Wilt do Tom Sharpe. E sim, o universo tenta sempre oferecer-me sugestões literárias.

 

Há tempos, por exemplo, não queria que eu lesse O Grande Amor da Minha Vida da Paullina Simons, e com razão porque aquilo é mau. Tentou avisar-me quando eu não conseguia encontrar a edição do Círculo de Leitores e estes não publicaram os seguintes, e depois, quando a Asa se decidiu a pegar neles, não acabando de publicar toda a história, visto que o terceiro livro que por aí anda é mais uma espécie de volume 2,5. Mas eu feita parva fui, assim que pude, comprar tudo para ler o primeiro e depois ir a correr devolver os restantes para reaver o dinheiro (com sucesso e que valeu depois a compra de Todos os Contos de Edgar Allan Poe).

 

Com o Wilt a coisa começou de forma subtil, com os títulos dos livros a chamarem-me a atenção, assim como as capas de aparência cartoonesca. Entretanto nos últimos 6 (?) meses intensificou-se. Numa Roda dos Livros ouvi falar muito bem de toda a série, continuei a ouvir falar bem dele em conversas no trabalho, sobretudo devido ao seu sarcasmo e crítica, e culminou hoje com a oferta do livro pela colega. Estou certa em deduzir que o universo quer que o leia, correcto?

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D